Agentes da Defesa Civil são investigados por usar doações para o RS com fins eleitorais

Agentes da Defesa Civil são investigados por usar doações para o RS com fins eleitorais
Agentes da Defesa Civil são investigados por usar doações para o RS com fins eleitorais - Foto: Divulgação/MP

O Ministério Público (MP) investiga a suspeita de desvio de doações a pessoas atingidas pela enchente em Eldorado do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos neste sábado (25).

Três integrantes da Defesa Civil do município foram alvo da ação, que apura “fins eleitorais” na atuação do grupo — segundo o MP, ao menos dois investigados seriam pré-candidatos nas eleições deste ano. Os mandados foram cumpridos nas casas dos suspeitos, na sede da prefeitura e em depósitos da cidade. Celulares, documentos, dinheiro, entre outros itens foram apreendidos.

De acordo com a promotora Maristela Schneider, as doações desviadas seriam entregues a futuros eleitores dos suspeitos.

“O objetivo da operação é, justamente, apurar o desvio de doações para fins eleitorais”, afirma a promotora.

O Ministério Público não divulgou o nome dos envolvidos. Em nota, a prefeitura disse que os agentes públicos foram “temporariamente afastados de suas funções para garantir a transparência do processo investigativo.”

g1 entrou em contato com a Defesa Civil de Eldorado do Sul, mas não obteve retorno até a atualização mais recente desta reportagem.

Imagens de satélite mostram a situação em Eldorado do Sul após as enchentes no RS – Foto: Jornal Nacional

Os servidores afastados da Defesa Civil podem continuar atuando em outras funções públicas nas demais áreas do município, de acordo com MP. Os crimes apurados são de apropriação indébita (pegar um bem para si sem consentimento), peculato (desvio praticado por servidor público) e associação criminosa durante estado de calamidade pública.

Fonte: g1