Alckmin confirma auxílio de R$ 15 bilhões às grandes empresas do Rio Grande do Sul

Vice-presidente Geraldo Alckmin visita sede da Marcopolo, fabricante de ônibus, em Caxias do Sul (RS) - Foto: Joaquim Moura / Seres
Vice-presidente Geraldo Alckmin visita sede da Marcopolo, fabricante de ônibus, em Caxias do Sul (RS) - Foto: Joaquim Moura / Seres

O vice-presidente Gerado Alckmin (PSB), que também é ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, disse que um auxílio a grande empresas afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul deverá ser anunciado até esta terça-feira (28).

O anúncio do vice-presidente aconteceu durante visita ao Rio Grande do Sul. Ele participou de agendas ao lado do ministro especial da Reconstrução do RS, Paulo Pimenta, e do ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes.

Alckmin disse que o auxílio será por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que terá uma unidade avançada em Porto Alegre.

Ele mencionou a quantia de R$ 15 bilhões para o benefício. Alckmin também disse que médias empresas poderão ser atendidas pelo Pronampe, programa criado para socorrer empresas que perderam receita durante a pandemia de Covid-19.