Bolsonaro é transferido para hospital de São Paulo após ser internado em Manaus

Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Foto: Agência Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi transferido nesta segunda-feira (6) do hospital Santa Júlia, em Manaus (AM), para o hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para tratar erisipela e um quadro de obstrução intestinal.

A informação foi divulgada pelo assessor do ex-presidente Fabio Wajngarten. Segundo o assessor, Bolsonaro está sendo medicado com antibióticos endovenosos para tratar de um quadro infeccioso de erisipela.

Bolsonaro estava em Manaus para agendas do PL. No sábado, foi internado, queixando-se de complicações da erisipela e com um quadro de desidratação, mas logo foi liberado para participar do evento de lançamento da pré-candidatura do deputado capitão Alberto Neto (PL-AM) para a Prefeitura de Manaus. No domingo, voltou a ser internado para tratar da erisipela, uma infecção de pele causada por uma bactéria, que pode causar dor, vermelhidão, coceiras e até bolhas e feridas. O próprio ex-presidente divulgou em suas redes a internação e disse que não tinha previsão de alta.

Na manhã de hoje, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), um dos filhos do ex-presidente, divulgou nas redes sociais que Bolsonaro “passa bem”, está reagindo ao tratamento com antibiótico e deveria ser transferido para um hospital em Brasília. Eduardo publicou uma foto do pai, com uma das pernas vermelha — um dos sintomas da erisipela.

Com o quadro de obstrução intestinal, o ex-presidente decidiu ir para São Paulo e ficar sob os cuidados do cirurgião Antônio Macedo. O médico tem cuidado de Bolsonaro desde que ele levou uma facada em setembro de 2018, durante a campanha presidencial.

O ex-presidente já fez cinco cirurgias no sistema digestivo desde que levou a facada. A mais recente foi em setembro de 2023, quando foi operado para corrigir uma hérnia de hiato. Na ocasião, foi submetido também a uma cirurgia para corrigir desvio de septo, e ficou hospedado na sede do governo paulista para se recuperar das cirurgias. Em fevereiro deste ano, realizou exames de rotina no hospital e a equipe médica descartou a necessidade de uma nova cirurgia. Uma reavaliação do quadro estava prevista para este mês.

Fonte: Valor Econômico

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com