Caso Gabriel: Julgamento de policiais acusados da morte de jovem é adiado na Grande Natal

Jovem foi morto em junho de 2020 durante perseguição a assaltante de carro - Foto: Arquivo pessoal
Giovanni Gabriel, de 18 anos, foi morto em junho de 2020, e seu corpo foi encontrado em São José de Mipibu, na Grande Natal. Foto: Arquivo pessoal

O julgamento pelo júri popular dos quatro policiais militares acusados pela morte do jovem Giovanni Gabriel de Souza Gomes, previsto para esta segunda-feira (4), foi adiado devido à impossibilidade de reunir o número necessário de jurados. As informações são do g1 RN.

Giovanni Gabriel, de 18 anos, foi morto em junho de 2020, e seu corpo foi encontrado em São José de Mipibu, na Grande Natal.

O julgamento, agendado para ocorrer na 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnamirim, foi remarcado para o início de julho.

De acordo com o promotor de Justiça Vinicius Lins, era essencial ter sete jurados para o julgamento, mas esse número não foi alcançado devido à falta de consenso em relação aos nomes. Um total de 19 jurados compareceram.

Uma das questões em jogo, conforme apontado pelo promotor, é a possível falta de imparcialidade entre os jurados inicialmente selecionados para o julgamento.

*Com informações do g1 RN