Caso Tio Paulo: Mulher fez selfie com idoso internado antes de levá-lo a banco

Sobrinha fez selfie com idoso internado dias antes de levá-lo a banco - Foto: Reprodução
Sobrinha fez selfie com idoso internado dias antes de levá-lo a banco - Foto: Reprodução

A defesa da dona de casa Erika de Souza Vieira Nunes, de 42 anos, presa em flagrante ao levar o tio morto para sacar R$ 17 mil em um banco na última terça-feira (16), entrou com um pedido de habeas corpus nesta quinta-feira (18), na 2ª Vara Criminal de Bangu, pedindo a revogação da prisão.

O portal G1 divulgou fotos em que Paulo Roberto Braga, de 68 anos, tio de Erika, aparece vivo internado com pneumonia na UPA de Bangu.

Nesta quinta, a mulher passou por audiência de custódia e permaneceu presa.

Na última segunda-feira (15), ele recebeu alta da unidade, e a partir de então a sobrinha peregrinou com ele por financeiras a fim de sacar e obter empréstimos.

De acordo com o recurso, que ainda será analisado, caso não ocorra a suspensão da prisão, os advogados querem que Erika responda em liberdade durante as investigações.

O G1 apurou que a defesa alega que Erika tem uma filha de 14 anos que depende de cuidados especiais.

“A ora acusada é pessoa íntegra, idônea de bons antecedentes, não pretende se furtar à aplicação da lei penal, nem atrapalhar as investigações, já que possui residência fixa”.

Defesa de Erika de Souza Vieira Nunes

Os advogados da mulher sustentam que “a prisão preventiva não é justa” porque Erika “sempre se pautou na honestidade e no trabalho”.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com