“Companheiros que estão protestando vão levantar placa agradecendo”, diz Lula após manifestação no Ceará

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Foto: Reprodução

Após manifestantes levantarem cartazes contra o governador Elmano de Freitas (PT) em evento em Iguatu, no Ceará, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o Brasil passa por um momento em que protestos críticos a governos podem ser feitos.

“Eu vi os companheiros com suas placas, protestando, e acho maravilhoso que vocês protestem, porque houve um tempo em que não era possível protestar ou levantar placas. Quando governamos de forma democrática, é importante protestar, reivindicar, e se possível, atenderemos. Se não for possível, diremos que não podemos, e a vida continua”, afirmou o presidente.

Lula afirmou que as placas de protesto eventualmente se tornarão placas de elogio no futuro, quando ele retornar ao Ceará. “Quando eu voltar para viajar de trem”, referindo-se à conclusão da Ferrovia Transnordestina. “E vou me encontrar com todos vocês. Os companheiros que estão levantando as placas de protesto vão levantar uma placa agradecendo, porque tudo estará resolvido para o povo brasileiro”, afirmou Lula.

“Se não pensa na educação do Ceará, faremos o mesmo na hora de votar”, dizia um cartaz segurado por um adolescente. “Elmano, conheça o significado de valor e respeite o professor”, afirmava outro cartaz.

Os cartazes foram recolhidos. Um segurança da Presidência da República abordado pelo jornal O Povo afirmou que os cartazes são proibidos por “poluírem” o ambiente e por ocultarem os rostos de qualquer pessoa que eventualmente possa querer praticar atentado contra as autoridades presentes.

Os servidores do Detran já haviam sido proibidos de entrar no local com faixas, mas os estudantes conseguiram entrar com o material, que posteriormente foi retirado.

Lula visitou Iguatu (CE) nesta sexta-feira, no Centro-Sul cearense, em meio a um cenário de tensão política. O presidente visitará as obras da Ferrovia Transnordestina, em Iguatu.