Em busca da recondução, reitora da Ufersa convida Lula para receber título de Doutor Honoris Causa

Reitora da Ufersa, Ludimilla Oliveira, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - Foto: Reprodução
Reitora da Ufersa, Ludimilla Oliveira, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - Foto: Reprodução

Na reta final do seu mandato, a reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido do Rio Grande do Norte (Ufersa), Ludimilla Oliveira, convidou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para receber o título de Doutor Honoris Causa.

Essa é a maior honraria que pode ser concedida por uma instituição de ensino superior a eminentes personalidades de projeção nacional ou internacional.

A assembleia universitária da Ufersa será no dia 1º de agosto deste ano, em Mossoró.

A reitora já enviou ofícios à presidência da República e deve reiterar o convite em uma reunião de Lula com reitores de todo o País, em Brasília, na próxima segunda-feira (10).

A concessão do título a Lula foi confirmada durante reunião do Conselho Universitário (Consuni), ocorrida na última segunda-feira (3).

Apesar de a entrega do título acontecer só agora, o título foi aprovado para Lula em 8 de dezembro 2010, no fim do segundo mandato do petista na presidência da República.

Eleição interna

A reitora da Ufersa, Ludimilla Oliveira, está na reta final do seu mandato. Em abril deste ano, em eleição interna, a comunidade acadêmica elegeu o professor Rodrigo Codes como novo reitor da instituição.

Apesar da vitória na eleição interna, a nomeação do novo reitor cabe ao presidente Lula, que pode escolher qualquer um dos integrantes da lista tríplice. O mandato do novo reitor começa em 1º de dezembro, para quatro anos.

Em 2020, Rodrigo Codes também foi o mais votado na eleição interna, mas o então presidente Jair Bolsonaro (PL) escolheu a 3ª colocada, Ludimilla Oliveira, para o cargo.

A lista tríplice ficou a seguinte:

  • Rodrigo Codes: 37,14%
  • Ludimilla Oliveira: 33,01%
  • Jean Berg: 29,84%