Governistas apresentam destaque para reinserir taxação de blusinhas em projeto de lei

Requerimento é assinado pelos líderes do governo no Senado. Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Requerimento é assinado pelos líderes do governo no Senado. Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Governistas apresentaram um destaque para reinserir no projeto de lei do Mover a taxação de compras internacionais de até U$ 50. O requerimento é assinado pelos líderes do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA); do PSD, Otto Alencar (BA); do MDB, Eduardo Braga (AM) e do PT, Beto Faro (PA).

Com isso, apesar do relator Rodrigo Cunha (Podemos-AL) ter retirado a previsão do texto, a discussão sobre as taxações vai ocorrer. Os senadores devem analisar o assunto durante a tarde desta quarta-feira (05).

A apresentação do destaque sinaliza o cumprimento do acordo que o governo firmou com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de taxar as compras em 20%. A ideia original dos deputados era de uma alíquota maior, de 60%, e se chegou a um patamar menor durante as negociações.

Na Câmara, a aprovação foi por votação simbólica, ou seja, sem placar no painel, o que impede saber como cada parlamentar votou.

A oposição no Senado já se manifestou contrária à taxação.

Fonte: CNN