Militares são afastados após emitirem alerta falso de rompimento de dique em Canoas, no RS

Imagem aérea do bairro Mathias Velho, em Canoas (RS) - Foto: Gustavo Mansur / Governo do RS
Imagem aérea do bairro Mathias Velho, em Canoas (RS) - Foto: Gustavo Mansur / Governo do RS

O Exército afastou neste domingo (26) militares que deram um alerta falso do rompimento de um dique em Canoas (RS).

Segundo o Exército, os militares cometeram um “grave erro de procedimento”, ao emitirem o alerta com base em rumores, sem checar a informação. Eles chegaram a orientar a evacuação de áreas de risco.

O Exército diz que uma investigação foi aberta para apurar o caso. “Os militares diretamente envolvidos foram afastados de suas atividades durante o processo de investigação”, afirmou ao órgão, em nota.

Os nomes dos militares não foram divulgados.

Os militares atuavam em uma força-tarefa no bairro Mathias Velho. Eles faziam parte da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, subordinada à 5ª Divisão de Exército, e estavam destacados para participar da Operação Taquari 2 em apoio a ações de ajuda humanitária.

A Prefeitura de Canoas negou o rompimento de dique. Às 19h deste domingo (26), a gestão municipal desmentiu a informação e esclareceu que o bairro estava seguro.