BUSCAR
BUSCAR
Operação Non Celare

MPRN faz buscas para encontrar provas sobre assassinato do prefeito de São José do Campestre

Prefeito de São José do Campestre, Neném Borges, foi assassinado em abril do ano passado - Foto: Reprodução
Prefeito de São José do Campestre, Neném Borges, foi assassinado em abril do ano passado - Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta quarta-feira (21) a operação Non Celare. Na operação, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão para encontrar provas para a investigação sobre o assassinato de Neném Borges, prefeito de São José de Campestre.

O prefeito foi morto a tiros no dia 18 de abril do ano passado dentro da própria residência, em um crime com características de execução sumária.

Os mandados foram cumpridos em São José de Campestre e em Santo Antônio.

Non Celare significa “Não se esconda”, uma referência à subtração de provas relacionadas ao homicídio cometido.

De acordo com o MPRN, há indícios dos crimes de coação no curso do processo, falso testemunho e fraude processual.

Ao todo, cinco promotores de Justiça, nove servidores do MPRN e 24 policiais militares participaram da ação.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com