BUSCAR
BUSCAR
Polêmica
Pitbull vegana de Dado Dolabella ataca vizinhos em Goiás: “Sem carne há anos”
O animal teria atacado moradores, animais silvestres e motociclistas da cidade. Foto: Reprodução

O caso de porte ilegal de drogas envolvendo o cantor e ator Dado Dolabella e uma agressão sofrida por ele em São João D’Aliança, distrito de Alto Paraíso, na Chapada dos Veadeiros (GO), são apenas dois dos episódios polêmicos que cercam o artista. Vizinhos que moram no mesmo condomínio do ex-global o acusaram de deixar uma cadela da raça pitbull solta na região. O animal teria atacado moradores, animais silvestres e motociclistas da cidade.

Segundo vizinhos do ator, a cadela, batizada de Mocka, é rotineiramente deixada “solta na natureza”, contrariando as regras ambientais do Morro da Baleia, conhecido paraíso ecológico da Chapada. O caso ganhou repercussão após, preocupados, moradores da cidade comentarem sobre a rotina da cachorra em um grupo no WhatsApp.

O ator chegou a responder aos moradores, enviando mensagens de áudio. Nelas, Dado justifica que Mocka é um cão é extremamente dócil e, inclusive, seria vegana. “Ela nunca atacou ninguém e jamais ocorreu qualquer episódio semelhante. Ela é vegana e não come carne há seis anos. De qualquer forma eu peço perdão e esse tipo de coisa não voltará a acontecer”, disse o ator.

Fuga da blitz

A mais recente polêmica envolvendo Dado envolve uma ocorrência policial. Flagrado com porções de maconha, o ator chegou fugiu de uma abordagem antes de ter os entorpecentes apreendidos pela Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO). A história foi revelada pelo Metrópoles. E a coluna teve acesso aos detalhes do caso, registrado em 21 de março deste ano.

O artista estava em um Kia Sportage de cor preta quando furou um bloqueio da PM na GO-118. As equipes, então, passaram a realizar patrulhamento em busca do veículo suspeito. Uma das equipes localizou Dado Dolabella, com o carro, nas proximidades do Km 80. Durante a abordagem, os militares localizaram uma mochila embaixo do banco traseiro. Ao abrir a bolsa, a guarnição identificou duas embalagens transparentes contendo maconha.

Ao ser questionado, o cantor confirmou ser dono do entorpecente e afirmou que pretendia extrair o óleo da substância para usar no tratamento de saúde do filho. Ele também estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida.

Dolabella precisou assinar um Termo Circunstanciado, procedimento relacionado a crimes de menor potencial ofensivo, feito pela própria PMGO. O artista foi liberado após firmar o compromisso de comparecer em audiência quando intimado pela Justiça. A maconha apreendida foi enviada para perícia na Polícia Civil Goiana (PCGO).

A coluna apurou que, mesmo morando há poucos meses na pacata cidade, o ator já havia se envolvido em outra confusão que acabou na delegacia. Em 4 de abril, Dolabella procurou a Polícia Civil para registrar ocorrência após ser alvo de agressão. De acordo com o boletim, o cantor recebeu uma paulada nas costas quando estava em uma praça da cidade. Ele contou aos agentes que não conseguiu identificar quem havia agredido ele.

Fonte: Metrópoles

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
contato@98fmnatal.com.br