Polícia Civil deflagra Operação “Merry Christmas” e prende sete suspeitos na Grande Natal

Operação prendeu sete suspeitos nesta sexta-feira (23) - Foto: PCRN / Reprodução

Policiais civis da 17ª Delegacia de Polícia (DP de Parnamirim) deflagraram, no início da manhã desta sexta-feira (23), a Operação “Merry Christmas” em Parnamirim, que resultou na prisão de sete suspeitos.

Ao longo das diligências, foram cumpridos mandados de prisão, expedidos pelo Poder Judiciário, envolvendo a prática de diversos delitos no município de Parnamirim. Foram presos: Gilvan de Oliveira Gomes, Kelvis de Souza Ferreira, Francisco Baltazar Hitlher Mafra, Maxwell Lopes da Silva, Eliedson Henrique Silva, Samário da Silva dos Santos e Ivanaldo Xavier da Silva.

Gilvan de Oliveira foi detido em cumprimento a dois mandados de prisão, referentes aos crimes de estupro e violação sexual contra duas vítimas com 11 e 06 anos, a época dos fatos (1998), e pelo crime de estupro de vulnerável, onde foi condenado no ano de 2017. Kelvis de Souza e Francisco Baltazar foram detidos em cumprimento a mandados de prisão referente ao crime de roubo qualificado, ocorrido em julho deste ano, no bairro de Passagem de Areia, em Parnamirim; em desfavor dos dois, existem três processos criminais pela prática de roubo com uso de arma de fogo.

Samário da Silva e Ivanaldo Xavier foram presos em cumprimento a mandado de prisão referente ao crime de roubo qualificado com uso de arma de fogo, fato este ocorrido em agosto do corrente ano, no bairro de Rosa dos Ventos. Maxwell Lopes mais conhecido como “Boca” foi preso em cumprimento a mandado de prisão referente ao cometimento de diversos crimes de furto na cidade de Parnamirim.

Eliedson Henrique foi preso em cumprimento a mandado de prisão referente ao cometimento de diversos estelionatos na cidade de Parnamirim. O investigado, junto a outros foragidos da Justiça, publicava anúncios em redes sociais sobre cartas de consórcio supostamente contempladas pela Caixa Econômica Federal, atraindo pessoas interessadas e com a promessa de entregar cartas de crédito com altos valores, recebendo um sinal/pagamento que variava caso a caso.

Todos os presos foram conduzidos até a 17ª DP de Parnamirim e encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou pelo número: (84) 98127-9768 (WhatsApp).