Policiais encontram buraco em cela e cordas e impedem fuga em massa no Complexo de Alcaçuz

Buraco e cordas foram encontrados por policiais penais na Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga, no Complexo de Alcaçuz - Foto: Reprodução
Buraco e cordas foram encontrados por policiais penais na Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga, no Complexo de Alcaçuz - Foto: Reprodução

Policiais penais frustraram nesta terça-feira (21) o que seria uma fuga em massa de presos na Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, no Complexo de Alcaçuz, em Nísia Floresta, Grande Natal.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), foram detectados danos estruturais em uma cela do Pavilhão 2 e atos preparatórios para uma fuga. Também foram encontradas cordas que seriam utilizadas na ação dos criminosos.

“A ocorrência foi identificada com ajuda das câmeras de monitoramento e rápida ação dos policiais penais da unidade e do Grupo de Operações Especiais (GOE), presente em patrulhamento no complexo prisional”, afirmou a pasta, em nota.

Em 30 de abril, dois presos fugiram do mesmo presídio. Os detentos escaparam de uma oficina onde estavam trabalhando. Imagens de câmera de segurança mostram a saída tranquila dos detentos, que foram identificados como Ricardo Campelo da Silva, de 43 anos, e Gustavo da Rocha Dias, de 30 anos.

Antes desta, a fuga mais recente no complexo penitenciário de Alcaçuz havia ocorrido em julho de 2021, quando 12 presos escaparam do presídio.