BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2022
Relação de Álvaro Dias com Paulinho Freire entra em crise, e prefeito pode apoiar Henrique para deputado federal
Pivô da crise entre o prefeito de Natal e o presidente da Câmara é Adjuto Dias, filho do prefeito e candidato a deputado estadual do MDB
Prefeito Álvaro Dias (PSDB) e presidente da Câmara Municipal, Paulinho Freire (União Brasil) - Foto: Verônica Macedo / CMN

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), e o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulinho Freire (União Brasil), caminham para um possível rompimento político por causa da disputa eleitoral de 2022. A relação entre os dois – aliados de primeira hora – entrou em crise nos últimos dias.

Os dois entraram em rota de colisão após vereadores aliados de Paulinho Freire declararem apoio a outros candidatos a deputado estadual que não Adjuto Dias (MDB), filho do prefeito. Álvaro Dias entendeu o movimento como uma ação do presidente da Câmara, muito embora os vereadores tenham justificado o apoio por outras razões.

Entre os apoios que desagradaram ao prefeito de Natal estão o do seu líder na Câmara Aldo Clemente (PSDB) a Ezequiel Ferreira (PSDB) e de Raniere Barbosa (Avante) a Galeno Torquato (PSDB). Além disso, o prefeito não gostou de os vereadores Robson Carvalho e Tércio Tinôco terem se lançado candidatos a deputado estadual pelo União Brasil, partido de Paulinho. Cargos dos dois foram exonerados da gestão municipal.

Nesta quinta-feira (28), Álvaro Dias também demitiu de um cargo na prefeitura o ex-vereador Dickson Júnior (PDT), por causa da declaração dele de apoio a Robson Carvalho para deputado estadual. Dickson, que é 1º suplente de Robson na Câmara de Natal, ainda tentou argumentar que o apoio a Robson o beneficia diretamente, já que, em caso de eleição de Robson, Dickson tomaria posse como vereador e seria da base de Álvaro. Mas o prefeito não entendeu.

Diante da insatisfação, Álvaro Dias começou a trabalhar nos bastidores para favorecer as candidaturas a deputado federal de Henrique Eduardo Alves (PSB) e Garibaldi Alves Filho (MDB), desistindo do apoio a Paulinho Freire.

O movimento gerou insatisfação da base aliada de Paulinho na Câmara de Natal, que chegou a falar na possível abertura de uma CEI (comissão especial de inquérito) para investigar compras realizadas por Adjuto Dias quando era secretário municipal de Assistência Social, durante a gestão do pai.

Em contrapartida, blogueiros ligados a Álvaro publicaram que o Ministério Público estaria investigando a gestão de Paulinho na Câmara pela suposta nomeação de cargos fantasmas.

Interlocutores de Paulinho tentam abafar a crise com o prefeito, ressaltando que o presidente da Câmara segue aliado de Álvaro. Citam vários exemplos da lealdade de Paulinho ao prefeito, como a aprovação de projetos na Câmara com celeridade e o próprio fato de a vereadora Nina Souza (PDT), mulher de Paulinho, ter sido líder do governo durante a gestão de Álvaro e apoiar Adjuto Dias para deputado estadual.

Aliados do presidente da Câmara salientam que os vereadores que apoiam outros candidatos para deputado estadual o fazem por razões particulares, como no caso de Dickson Júnior. Observam, ainda, que o prefeito dispõe de seis vereadores apoiando Adjuto Dias.

Procurado, o prefeito não respondeu aos contatos da reportagem.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
contato@98fmnatal.com.br
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com