RN registra 318 casos de ‘stalking’ nos primeiros quatro meses de 2024

RN registra 318 casos de ‘stalking’ nos primeiros quatro meses de 2024. Foto: Freepik
RN registra 318 casos de ‘stalking’ nos primeiros quatro meses de 2024. Foto: Freepik

O Rio Grande do Norte registrou 318 casos de ‘stalking’ de janeiro a abril deste ano, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (Sesed). 85% das vítimas foram mulheres.

Levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo aponta que os crimes de ‘stalking’ aumentaram 38,5% de 2022 para 2023. O Rio Grande do Norte é o terceiro estado brasileiro com maior crescimento no número de casos, com um aumento de 78,1%.

“Atendemos vítimas mulheres que foram ‘stalkeadas’ por ex-companheiros e esse delito ocorre nas mais diversas classes sociais. O modus operandi, por sua vez, tem um certo padrão, uma vez que costuma ser por redes sociais ou o autor vai até o local de trabalho ou a residência da vítima”, relata a delegada, sobre o perfil das vítimas e suspeitos.

Ela conta que o último registro de crime de ‘stalking’ aconteceu no último dia 20. “No âmbito da violência doméstica com vítima mulher, de atribuição da Deam, há ainda o papel de oferecermos à vítima a possibilidade de representar pelo deferimento de medidas protetivas de urgência para sua integridade física ficar preservada”, completou a delegada.

Ao observar sinais do crime de ‘stalking’, a vítima deve procurar a delegacia mais próxima ou fazer o registro do boletim de ocorrência na delegacia eletrônica. Para que a polícia possa realizar a investigação, as vítimas precisam informar às autoridades que deseja processar o agressor.

Fonte: Agora RN