RN registra alta de 7,13% na arrecadação de ICMS em abril, aponta relatório do Sebrae

Comércio foi o setor que mais contribuiu para a arrecadação de abril - Foto: Reprodução
Comércio foi o setor que mais contribuiu para a arrecadação de abril - Foto: Reprodução

O Rio Grande do Norte arrecadou R$ 659 milhões em ICMS no mês de abril, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (17) pelo Sebrae, com base nos dados da Fazenda Estadual.

O valor é 7,13% maior que o recolhido com o mesmo tributo em março, quando foram arrecadados R$ 612 milhões.

O setor terciário, referente a comércios e serviços, foi a maior fonte de arrecadação de ICMS no Estado. No acumulado de janeiro a abril de 2024, o setor gerou R$ 1,5 bilhão, demonstrando um crescimento em relação aos R$ 1,3 bilhões arrecadados no mesmo período de 2023.

Segundo o Sebrae, um dos fatores ligados ao crescimento é a redução da taxa de inflação, o que impulsiona o consumo das famílias e afeta diretamente o comércio local e a arrecadação de itens básicos.

Também no acumulado, o setor primário, que abrange atividades como agricultura, pecuária, silvicultura e pesca, arrecadou R$ 55 milhões, registrando um leve decréscimo em comparação aos R$ 57 milhões do ano anterior.

Já o setor secundário, que engloba as atividades industriais, destacou-se com uma arrecadação de R$ 338 milhões, evidenciando um aumento substancial em relação aos R$ 319 milhões arrecadados no mesmo período de 2023.

O crescimento de 5,62% indica um fortalecimento das atividades industriais no estado, contribuindo de forma significativa para a diversificação e expansão da base econômica regional.