Secretário promete a empresários reforço de efetivo policial na Cidade Alta e mais fiscalização de tornozelados

Reunião entre empresários e secretário de Segurança Pública, coronel Araújo Silva, nesta segunda-feira (20) - Foto: Reprodução
Reunião entre empresários e secretário de Segurança Pública, coronel Araújo Silva, nesta segunda-feira (20) - Foto: Reprodução

Representantes de lojistas e comerciantes da Cidade Alta se reuniram nesta segunda-feira (20) com o secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Norte, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva. Representantes da Prefeitura do Natal, como as secretárias Sheila Freitas (Segurança e Defesa Social) e Andréia Dias Viveiros (Trabalho e Assistência Social), também participaram do encontro.

Na pauta, o empresariado pediu combate mais efetivo aos casos de violência no bairro e uma ação de assistência social para pessoas que estão aglomeradas em áreas públicas, como a parte de baixo do Viaduto do Baldo.

Representaram os comerciantes os presidentes da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), Marcelo Queiroz, e da Associação Viva o Centro, Rodrigo Vasconcelos.

A promotora de Justiça da Cidadania, Danielle Veras, mediu a reunião.

Os empresários cobraram mais iluminação nas praças públicas e aumento do patrulhamento da Polícia Militar e Guarda Municipal nas ruas Vigário Bartolomeu, São Tomé, Rio Branco e João Pessoa. O direcionamento da população aglomerada no Viaduto do Baldo e o monitoramento das ruas do centro da Cidade também estiveram em pauta.

Reunião entre empresários e secretário de Segurança Pública, coronel Araújo Silva, nesta segunda-feira (20) – Foto: Reprodução

Providências

Os representantes da Polícia Militar informaram que uma base móvel está instalada no bairro e rondas estão sendo feitas em dias alternados. A Polícia Civil informou que vai prestar apoio à delegacia da área com efetivo das delegacias de Furtos e Narcóticos. Já a Polícia Penal irá monitorar e fiscalizar os presos do regime semiaberto com uso de tornozeleiras eletrônicas na área.

Já a Prefeitura do Natal informou que uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) impede a remoção forçada dos moradores em situação que estão no Baldo. Mas afirmou que o Serviço de Abordagem Social da prefeitura já tem o diagnóstico dessas pessoas e que está encaminhando os casos para os serviços que a pasta dispõe, como Centro Pop e Albergue, e a inclusão no programa de Aluguel Social.

Ficou deliberado um novo encontro para tratar a segurança pública, após a visita no Centro em busca de uma base física compartilhada entre estado e município. Outras reuniões serão marcadas para tratar ações na área da Polícia Penal, assistência social, saúde pública e ocupação de imóveis.