Servidores criticam suspensão de licença-prêmio e não aceitarão parcelamento de salários atrasados

Fonte: Tribuna do Norte
Os servidores públicos do Rio Grande do Norte terão reunião nesta terça-feira (22) para discutir o pagamento dos salários atrasados e o decreto publicado pela governadora Fátima Bezerra suspendendo o gozo e pagamento das licenças-prêmio aos funcionários do Estado. O Fórum Estadual dos Servidores agendou reunião para as 15h, na sede do Sindifern, onde vão debater a situação
Atualmente, o Governo do Estado deve o pagamento de parte de novembro, dezembro, o 13º de 2018 e parte do de 13º de 2017 a uma parcela dos servidores públicos. Até o momento, não há a confirmação por parte do Executivo sobre como será realizada a quitação dos débitos. Os servidores, por outro lado, têm se posicionado contra um possível parcelamento.
“Somos contrários a qualquer tipo de parcelamento e nem cogitamos a hipótese de aceitar essa possibilidade”, disse  a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do RN (Sinsp), Janeayre Souto.
A sindicalista, inclusive, disse que os profissionais também irão discutir qual a reação que será tomada por parte dos servidores sobre o decreto publicado pela governadora Fátima Bezerra que suspende o gozo e o pagamento de licença-prêmio até o fim de 2019. Para ela, a medida afronta os servidores e não será admitida pela categoria.