BUSCAR
BUSCAR
Impactos

Supermercados do RN devem ter alta nos preços com interdição na BR-304

Trecho da BR-304 foi bloqueado neste domingo (31) por causa das fortes chuvas - Foto: Reprodução
Trecho da BR-304 foi bloqueado neste domingo (31) por causa das fortes chuvas - Foto: Reprodução

O desabamento de uma ponte localizada na BR-304, na altura do município de Lajes, região central potiguar, está gerando preocupações para a população além dos problemas de trânsito. Segundo Gilvan Mikelyson, presidente da Associação dos Supermercados do Estado (Assurn), a interrupção do tráfego na rodovia terá um impacto direto nos preços dos produtos nos supermercados do RN.

De acordo com Mikelyson, o impacto dos preços dos produtos nos supermercados é algo notado dede o início do mês de março, devido a várias regiões produtoras de mercadorias hortifrutigranjeiros estarem sendo afetadas por perda de produção e dificuldade de escoamento, não só no nosso estado, mas também nos estados vizinhos.

E agora, devido ao desabamento da ponde ocorrido no domingo 31, a logística sofrerá grandes dificuldades em razão do bloqueio na BR-304 que servia de percurso por onde passam diversos produtos. “As mercadorias passam por essa área, bens que são produzidos no nosso território, Mossoró e grande região. Como também as que dão entrada no nosso estado através da BR-304 das indústrias”, Relata Mikelyson.

Além dos transtornos significativos para os moradores da região, com desvios de rotas e aumento no tempo de deslocamento. Agora, a preocupação se estende para o impacto econômico que essa situação pode acarretar, especialmente para as famílias que dependem do comércio local para adquirir seus alimentos e outros itens essenciais.

“A gente não sabe mensurar o impacto que isso vai ter nos preços, que já estão elevados. Mas sabemos sim que uma hora ou outra esse custo se adicionará ao custo do produto”, conclui o presidente da Assurn, Mikelyson.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a estimativa é de que a ponte vai levar de 8 a 12 meses para ser reconstruída.

Fonte: Agora RN

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com