BUSCAR
BUSCAR
Importunação
VÍDEO: Acusado de assédio, idoso é expulso de ônibus em Natal após tocar as partes íntimas ao lado de jovem
Toda a situação foi registrada por uma câmera de celular. Depois do ocorrido, o jovem postou o vídeo nas redes sociais
Rapaz afirmou que estava a caminho do trabalho quando o homem entrou no ônibus e se sentou ao lado dele - Foto: Reprodução

Os casos de importunação sexual têm sido cada vez mais frequentes no transporte público de Natal. Adolescentes e mulheres são as principais vítimas da prática, considerada crime pelo Código Penal. Nesta semana, mais um caso foi registrado.

Desta vez, um idoso foi flagrado acariciando o órgão sexual dentro de um ônibus ao lado de um jovem. Ao perceber o assédio, o rapaz expulsou o homem do ônibus. Toda a situação foi registrada por uma câmera de celular. Depois do ocorrido, o jovem postou o vídeo nas redes sociais.

Em entrevista à TV Ponta Negra nesta quinta-feira (12), o rapaz afirmou que estava a caminho do trabalho quando o homem – que, segundo ele, deve ter entre 60 e 65 anos – entrou no ônibus e se sentou ao lado dele. Depois de um tempo, o idoso começou a acariciar o próprio pênis por cima da bermuda.

O vídeo (que foi derrubado pelo Instagram) mostra o assédio e a reação do jovem, que se levantou e ordenou que o idoso saísse do ônibus. O homem negava estar praticando o assédio.

“Como de costume, sempre pego esse ônibus. Ele sentou no fundo ao meu lado e começou a mexer nas partes íntimas. Estava fora do normal aquilo. Eu estava de fone. Tirei o fone de ouvido, baixei o brilho do celular e comecei a gravar sem ele perceber. Ele estava com uma mochila. Colocou ela por cima da perna direita para ninguém perceber. O ônibus estava relativamente cheio. Começou a mexer muito e eu fiquei bem constrangido com aquilo. Perguntei: ‘Você tem algum problema? Quer descer do ônibus?’. E aí falei ‘você vai descer do ônibus’ e coloquei para fora do ônibus”, afirmou o jovem, ao programa Patrulha da Cidade.

O rapaz contou que decidiu publicar o vídeo com a situação nas redes sociais para estimular outras vítimas a reagir diante de situações de assédio. “Muitas pessoas são caladas diante de situações assim, principalmente adolescentes, que passam por situações bem constrangedoras, e mulheres, que são as vítimas mais comuns”, acrescentou.

“Eu só quero que esse vídeo sirva de incentivo para as pessoas para não se calarem. Quero que todo mundo esteja junto nessa e não se cale jamais”, finalizou.

Veja vídeo:

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
contato@98fmnatal.com.br