[VÍDEO] Após operação, 16 baleias que estavam encalhas em Pititinga voltam ao alto mar

O total de 21 animais foram encontrados no local no dia 31 de maio. Foto: Instagram/ Corpo de Bombeiros
O total de 21 animais foram encontrados no local no dia 31 de maio. Foto: Instagram/ Corpo de Bombeiros

As 16 baleias-piloto que estavam encalhadas na Praia de Pititinga, em Rio do Fogo, no litoral Norte do Rio Grande do Norte, voltaram ao alto mar nesta segunda-feira (3). O total de 21 animais foram encontrados no local no dia 31 de maio.

Na manhã de hoje, o Projeto Cetáceos da Costa Branca (PCCB-UERN), o Centro de Estudos e Monitoramento Ambiental (CEMAM) e o Corpo de Bombeiros realizaram uma operação para salvar os animais.

As baleias-piloto (Globicephala macrorhynchus) são animais oceânicos encontrados nas águas tropicais e temperadas de todos os oceanos. Se alimentam de peixes, crustáceos e lulas e normalmente vivem em grupos, que podem variar entre 15 a 50 indivíduos.

A operação montada conta com duas embarcações pesqueiras de médio porte e duas motos aquáticas do Corpo de Bombeiros, além de uma jangada, tenta capturar e puxar o grupo de baleias-piloto para o fundo do mar, com o uso de uma rede.

Ainda segundo os profissionais do Projeto Cetáceos, as baleias-piloto que morreram estavam com alta infecção parasitária no sistema auditivo, o que atrapalha o senso de localização dos animais.