[VÍDEO] Coreia do Norte lança projétil em direção ao Japão, que ordena retirada de população do sul

Teste de míssil 'estratégico' da Coreia do Norte feito em 30 de janeiro de 2024 — Foto: KCNA via Reuters
Teste de míssil 'estratégico' da Coreia do Norte feito em 30 de janeiro de 2024 — Foto: KCNA via Reuters

O governo japonês emitiu um alerta de emergência nesta segunda-feira (27) para que os residentes de uma província do sul do país se protegessem de um possível míssil lançado em direção ao Japão pela Coreia do Norte.

Através de seu sistema de transmissão, autoridades japonesas informaram, por alto-falante, que a Coreia do Norte “parecia ter disparado um míssil”, e que, por isso, moradores da província de Okinawa, no sul, deveriam buscar abrigo.

A emissora pública japonesa NHK publicou um vídeo do que parecia ser um ponto laranja voando no céu e depois explodindo em chamas em uma área próxima à fronteira entre a China e a Coreia do Norte.

A Coreia do Sul disse que também registrou o lançamento de um “projétil não identificado” norte-coreano.

“A Coreia do Norte disparou um projétil não identificado em direção ao sul” sobre o Mar Amarelo (que fica entre as Coreias e a China), que se estende entre a China e a península coreana, informou o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul.

O governo norte-coreano disse que tentou lançar um satélite de reconhecimento militar, mas que acabou explodindo no ar devido a um defeito no motor do foguete que o levava. As suspeitas são de que se trataria de um satélite espião.

“O lançamento do novo foguete transportador de satélites falhou quando explodiu no ar durante o voo da primeira fase”, disse o vice-diretor-geral da Administração Nacional de Tecnologia Aeroespacial da Coreia do Norte em um relatório divulgado pela mídia estatal norte-coreana.

Uma análise inicial sugeriu que a causa foi um motor de foguete de combustível líquido recém-desenvolvido, mas outras possíveis causas estavam sendo investigadas, segundo o relatório.

O projétil foi disparado pela costa oeste da Coreia do Norte por volta das 22h44 (10h44, no horário de Brasília), e fez uma rota para o Sul, disse o Estado-Maior Conjunto (JCS) da Coreia do Sul. Os sul-coreanos informaram ainda que detectaram uma grande quantidade de destroços do foguete no mar apenas dois minutos após o lançamento.

A Coreia do Norte havia notificado o Japão no início do dia de que planejava lançar um satélite, que aconteceu horas após da conclusão de uma rara cúpula trilateral entre China, Coreia do Sul e Japão em Seul.

A Coreia do Norte tem o costume de lançar mísseis balísticos no mesmo dia em que lança satélites. O ministro da Defesa do Japão afirmou que as “provocações” da Coreia do Norte em épocas de lançamento de satélites são comuns e podem se repetir.

Depois de várias tentativas fracassadas da Coreia do Norte de lançar satélites, que também terminaram com a explosão de foguetes, o país de Kim Jong Un colocou com sucesso seu primeiro satélite espião em órbita em novembro de 2023.

Fonte: g1