BUSCAR
BUSCAR
Investigação

[VÍDEO] Extremoz: Mulher é demitida por furto e denuncia ex-patrão por levá-la para motel para encobrir crime

Um vídeo mostra o momento que o carro dono da loja entra e sai do motel do motel. Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil indiciou uma mulher por furto em loja de celulares e o patrão dela por importunação sexual em Extremoz. A polícia divulgou a elucidação do caso nesta terça-feira (12).

De acordo com a polícia, a mulher, que era funcionária da loja, teria furtado diversos produtos e dinheiro do estabelecimento com a ajuda do seu ex-companheiro. Os dois foram indiciados por furto duplamente qualificado pelo concurso de agentes e pelo abuso de confiança. O crime aconteceu entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano.

E a suspeita do furto denunciou o seu ex-empregador por assédio sexual e importunação sexual. Segundo a mulher, quando o seu ex-patrão descobriu o crime a convidou para almoçar e depois entrou em um motel sem consentimento da então funcionária e, na portaria, teria passado a mão em sua virilha. Um vídeo mostra o momento que o carro dono da loja entra e sai do motel do motel.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Extremoz, representou por medidas cautelares diversas da prisão.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com