[VÍDEO] Menino pula em piscina para salvar o irmão de 3 anos e viraliza na web

Vídeo de menino pulando em piscina para salvar o irmão viraliza nas redes sociais: "Herói do Natal" — Foto: Reprodução

Um vídeo que mostra um menino de 10 anos pulando na piscina para salvar o irmão mais novo que havia caído na noite de Natal viralizou nas redes sociais. Só no TikTok, a publicação já alcançou mais de 16 milhões de visualizações e mais de um milhão de curtidas.

O pai dos meninos, Rafael Cabral, foi quem compartilhou as imagens. Ele contou que a família passava a véspera de Natal (sábado, dia 24) na casa de um parente em Guaratinguetá (SP) quando tudo aconteceu.

As imagens mostram o garoto Gabriel entrando na piscina no momento em que vê o irmão Marcos, de três anos, sendo jogado por seu irmão gêmeo Matheus enquanto o trio brincava no entorno do local.

Já na água, Gabriel leva Marcos à beira da piscina e o entrega a um adulto. A atitude e coragem do irmão mais velho chamam atenção e fizeram o vídeo fazer sucesso na internet.

De acordo com ele, a postagem aconteceu de forma despretensiosa, sem imaginar que o vídeo tornaria viral.

“Eu não tenho o costume de postar no TikTok, então nem passava pela minha cabeça que ia fazer esse sucesso. Decidi compartilhar porque fiquei muito orgulhoso do Gabriel. E deu uma repercussão muito grande. Em 24 horas já tinha mais de 10 milhões de visualizações. Muita gente comentou que ele era um herói do Natal e algumas páginas grandes repostaram”, disse.

Morador de Lorena, cidade vizinha, o Rafael recorda que a ação foi muito rápida e, antes mesmo dos adultos conseguiram tomar alguma atitude, o garoto já havia pulado.

“Não deu tempo de fazermos nada. Ele fez aula de natação quando era menor e tem piscina em casa, então está acostumado com a água. Acho que isso fez ele ter coragem e conseguir salvar o irmão. Dá para ver que ele consegue segurar bem e levantar cabeça do Marcos.”

O pai lembra também que o filho mais velho recebeu elogios de toda a família.

“Ficamos muito orgulhosos pela coragem e também pelo cuidado que ele demonstrou com o irmão. Conversei com ele sobre isso na hora que aconteceu e também no dia seguinte.”

Já em relação ao Matheus, que empurrou o irmão gêmeo na piscina, a conversa foi diferente. Os pais chamaram atenção do garoto de três anos e explicaram os perigos de algumas brincadeiras.

“Ele tomou uma chamada na hora e conversamos depois também com mais calma. O Matheus ficou nervoso e assustado, mas ele é muito pequeno e aprendeu. Pediu desculpas para os irmãos. Inclusive acho que esse vídeo pode servir para alertar sobre a atenção que é necessária com as crianças em relação às piscinas”, afirmou.

Fonte: g1