[VÍDEO] Nikolas Ferreira questiona identidade de gênero de Erika Hilton: ‘Pelo menos ela é ela’

Deputado Nikolas Ferreira (PL) deputada Erika Hilton (PSOL). Foto: Câmara dos Deputados
Deputado Nikolas Ferreira (PL) deputada Erika Hilton (PSOL). Foto: Câmara dos Deputados

A audiência da ministra Cida Gonçalves (Mulheres) na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados terminou em confusão nesta quarta-feira (5). Enquanto a integrante do governo federal prestava contas sobre a pasta aos parlamentares, a deputada Erika Hilton (PSOL-SP) discutia com a parlamentar da oposição Júlia Zanatta (PL-SC).

“Ultrapassada, vai hidratar esse cabelo, vai se cuidar. Pelo amor de Deus”, dizia Erika Hilton a Zanatta.

Neste contexto, o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) saiu em defesa de sua colega de bancada, questionando a identidade de gênero da psolista que é uma das duas parlamentares transexuais do Congresso Nacional.

“Pelo menos ela é ela”, afirmou Nikolas, aos risos.

Nas redes sociais, após o episódio, Júlia Zanatta agradeceu Nikolas pela “defesa”: ” (Erika) ocupa um espaço de mulher para de forma agressiva gritar com mulheres.(…) Meu cabelo pode até mudar se eu fizer hidratação, MAS algumas coisas NUNCA irão mudar. NUNCA!”, disse a parlamentar.

Desde o início de sua vida pública, ainda como vereador de Belo Horizonte, Nikolas Ferreira enfrenta acusações de transfobia. Em dezembro do ano passado, ele chegou a ser condenado em segunda instância por ter usado o pronome masculino ao se referir a deputada federal Duda Salabert (PDT-MG).

Também em 2023, no dia 8 de março, o parlamentar fez um discurso também tachado como transfóbico. Com uma peruca, Nikolas afirmou, em tom de deboche, se “sentir mulher” tendo “lugar de fala” para discursar sobre o Dia Internacional da Mulher.

Fonte: O Globo