[VÍDEO] Polícia prende mais um suspeito de integrar grupo de extermínio no RN; ele teria matado PM em Ielmo Marinho

Prisão do suspeito aconteceu em São Gonçalo do Amarante neste sábado (18) - Foto: PCRN / Reprodução
Prisão do suspeito aconteceu em São Gonçalo do Amarante neste sábado (18) - Foto: PCRN / Reprodução

A Polícia Civil prendeu neste fim de semana mais um suspeito de integrar um grupo de extermínio com atuação na Grande Natal. A prisão aconteceu no sábado (18) no município de São Gonçalo do Amarante. O preso é um policial militar.

A prisão aconteceu na 2ª fase da “Operação Caronte”. Outros três suspeitos eram alvos desta nova fase, mas dois deles já tinham sido presos na primeira fase, na última quinta-feira. O quarto suspeito segue foragido.

A primeira fase, na última quinta-feira (16), terminou com 7 pessoas presas. O número total de presos, portanto, agora subiu para 8.

Também foram cumpridos, no sábado, mandados de busca e apreensão. Os dois suspeitos que foram presos receberam na prisão novos mandados de prisão (e agora acumulam dois mandados, portanto).

Veja momento da prisão do suspeito:

Nesta segunda fase da operação, o foco foi um duplo homicídio ocorrido na cidade de Ielmo Marinho no dia 7 de janeiro de 2024. Na ocasião, quatro homens armados invadiram um supermercado e executaram com vários disparos de arma de fogo o segurança Sérgio Silva, de 34 anos, e o cabo da Polícia Militar Sebastião Antônio de Lima, de 54 anos.

Dos quatros envolvidos no duplo homicídio, a Polícia Civil localizou três suspeitos. Como dito anteriormente, dois dos atiradores, inclusive, foram capturados durante a primeira fase, deflagrada na última quinta-feira (16). O quarto membro, Alexsandro Victor do Nascimento, conhecido como “Furico”, segue foragido.

A Polícia Civil do RN, afirmou que seguirá realizando diligências na operação através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).