Vídeos mostram águas voltando a tomar conta das ruas de Porto Alegre; assista

Rua Barão do Gravataí, entre a Getúlio Vargas e a Múcio Teixeira, no Menino Deus, na manhã desta quinta-feira — Foto: Reprodução
Rua Barão do Gravataí, entre a Getúlio Vargas e a Múcio Teixeira, no Menino Deus, na manhã desta quinta-feira — Foto: Reprodução

Moradores do bairro Menino Deus, no Centro de Porto Alegre (RS), publicaram uma série de vídeos mostrando as ruas da cidade voltando a serem alagadas pelas chuvas que afetam a capital gaúcha. As ruas André Belo, Barão de Gravataí e 17 de Junho foram atingidas com a subida rápida das águas após o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) desligar uma casa de bombas, a Ebap 16, para colocar mais um motor em funcionamento, às 16h21. O Dmae religou a bomba posteriormente.

Pelo menos 18 pessoas foram resgatadas no Menino Deus. De acordo com soldados do Corpo de Bombeiros Militar, 17 comerciantes foram resgatados na rua José de Alencar. Uma idosa também foi resgatada de um apartamento na localidade, na esquina com a rua Antenor Lemos, de acordo com o Correio do Povo. A mulher foi resgatada por uma guarnição da Brigada Militar. De acordo com os policiais, ela passa bem.

Diversos bairros da cidade estão registrando novos alagamentos e subida da água em várias localidades na manhã desta quinta-feira (23). No Centro, o shopping Praia de Belas, que já tinha sido reaberto, fechou novamente agora ao meio-dia, por causa da nova elevação da enchente no entorno. Bueiros nas esquinas das ruas João Manoel e Sete de Setembro estão transbordando.

De acordo com a GZH, na Avenida Praia de Belas, a partir da Rua Edmundo Bitencourt, todos os bueiros estão jogando água para a via, que já se encontra parcialmente alagada. A rua Doutora Rita Lobato é um dos pontos mais críticos. A água já está na altura da canela na Praia de Belas com Barão do Gravataí. Os bueiros estão jogando água para fora, causando acúmulo nas vias.

A prefeitura de Porto Alegre informou uma lista de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) que foram fechados no turno da tarde desta quinta-feira, dia 22, em razão de alagamento ou dificuldade de locomoção das equipes. Os CRAS são Centro Sul, Restinga, Quinta Unidade, Santa Rosa, Eixo Baltazar, Extremo Sul, Restinga Velha, Sul, Glória.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) havia emitido três alertas na quarta-feira (22) para tempestades no estado. O aviso mais recente, laranja, e com validade até as 10h de quinta-feira (23), destacava a possibilidade de chuva de até 100mm, vento de até 100 km/h e queda de granizo nas regiões Central, Metropolitana, Sul, no Litoral Sul, Fronteira Oeste, Vales, Noroeste e Campanha.

Os outros dois alertas, divulgados também nesta quarta-feira, amarelo laranja, eram válidos até as 12h de quarta-feira e destacavam municípios localizados no Sul, no Litoral Sul, na Campanha, no Centro, na Fronteira Oeste e no Noroeste. Em publicação posterior, o Inmet confirmou que, das 0h01 até 12h, choveu 66mm na Estação Jardim Botânico e 96,6mm na Estação Belém Novo.

Fonte: O Globo