Vereadora do Recife é agredida com spray de pimenta pela PM durante protesto contra Bolsonaro

(insta: ptbrasil)

Por Redação.

Durante protesto no Recife, a vereadora Liana Cirne (PT) foi agredida com spray de pimenta por policiais militares. No ato do protesto a Polícia atirou bala de borrachas e bom de gás lacrimogêneo.

Liana Cirne foi carregada e socorrida para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) dos Torrões, na Zona Oeste do Recife, mas conseguiu ter alta durante a tarde.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação de Liana Cirne afirmou que a vereadora “se identificou, manteve a calma e tentou dialogar sobre o caráter pacífico da manifestação e sobre a ilicitude daquela ação policial, agindo para impedir novas agressões” quando “a polícia, com truculência, a atacou com spray de pimenta diretamente no rosto”.

Logo após a vereadora receber alta ela foi à Central de Plantões da Capital, localizada no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife, para prestar queixa contra os policiais militares que a agrediram.


Ler Anterior

“Variante indiana já chegou e vai se disseminar”, diz sanitarista Gonzalo Vecina

Ler Próximo

Brasil tem 2.012 mortes por Covid em 24h, e média móvel sobe de novo