Vinícius Leandro: ” Todo o adversário que vier aqui tem que sofrer e sentir o peso da nossa camisa “

Zagueiro foi um dos destaques do ABC na temporada passada e destaca a importância de calendário cheio para 2021

Vinícius Leandro: ” adversário que vier aqui tem que sofrer”. Foto: Instagram

Vinicius Leandro, zagueiro e capitão do ABC é mais um remanescente do elenco do ano passado que continua no time alvinegro para 2021.

Quando foi contratado, ele vinha de lesão, e foi o primeiro a se apresentar para ganhar tempo de recuperação física, sendo um dos destaques da equipe comandada por Francisco Diá

” Ano passado tive uma lesão e isso fez com que eu chegasse aqui primeiro para dar tempo de recuperar. Agora voltei 100% sem nenhuma lesão, pude me apresentar junto com os companheiros e estamos aqui procurando adaptar o estilo do professor ( Silvio Criciúma ) para entrosar o mais rápido possível.”

Planejamento e calendário cheio

” Planejamento da comissão técnica está voltado para isso, pelas quatro competições e graças a Deus o clube tem um calendário muito bom e isso é bom, aumenta a responsabilidade para quem vestir essa camisa de tradição. A gente está aqui buscando o máximo para entrar bem fisicamente, para evitar lesões. O grupo tem que estar focado para todas as competições. Dia 24 já começa uma ( Estadual ) e a gente tem que estar bem”

Entrosamento

” Elenco que está buscando jogo. Pelo que a gente vê nos treinamentos e pelo que o professor para a gente vai ser  um time que busca o jogo, de transição rápida, jogadores de qualidade. É diferente, você está pegando um time novo sem conhecer os atletas mas isso com a semana cheia vai ser bom para a gente se entrosar mais e buscar melhorias para o ABC ”

Acesso

” É o que a gente busca, gente teve uma conversa a comissão técnica conversou com a gente sobre isso, o real objetivo do clube é o acesso mas não podemos  pular etapas, temos competições importantes antes da Série D e a gente tem que manter um time forte.  Todo o adversário que vier aqui tem que sofrer e sentir o peso da nossa camisa. Infelizmente não temos a força da nossa torcida no estádio por causa da pandemia, mas a gente tem que iniciar bem e não pode oscilar durante a Série D “


Ler Anterior

Meia Elvinho é mais um reforço para o América de Evaristo Piza

Ler Próximo

Jorge Salgado assume a presidência do Vasco e prevê “recuperação” em até 6 anos