CNJ decide investigar Moro por repasses à Petrobras

Senador Sergio Moro (União-PR). Foto: Agência Brasil

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu investigar o ex-juiz da Operação Lava Jato e senador Sergio Moro (União-PR). Além do parlamentar, a juíza Gabriela Hardt também será investigada.

A investigação ocorrerá por determinação do corregedor Nacional de Justiça, Luis Felipe Salomão, que ordenou a instauração de um reclamação disciplinar contra Moro e Hardt, ex-titulares da Operação Lava Jato.

Segundo a decisão de Salomão, os dois podem ter repassado R$ 2,1 bilhões à Petrobras sem critérios objetivos, entre 2015 e 2019.

Fonte: CNN