General que liderou tentativa de golpe na Bolívia é preso

General Juan José Zúñiga, que mobilizou tropas para tentativa de golpe na Bolívia - Foto: Reprodução
General Juan José Zúñiga, que mobilizou tropas para tentativa de golpe na Bolívia - Foto: Reprodução

Autoridades da Bolívia prenderam o general Juan Jose Zúñiga na tarde desta quarta-feira (26), horas depois que tropas invadiram o palácio presidencial em meio a uma tentativa de golpe militar.

O governo da Bolívia e líderes internacionais denunciaram a tentativa de golpe. Não está claro para onde Zúñiga está sendo levado.

Quem é o general que liderou tentativa de golpe?

Desde 2022, Juan José Zuñiga serviu como comandante-chefe do Exército da Bolívia.

Mas, na segunda-feira (24), o militar fez declarações polêmicas contra o ex-presidente boliviano Evo Morales, dizendo que ele “não pode mais ser presidente deste país”.

Suas declarações custaram-lhe o cargo, já que o governo decidiu demiti-lo na terça-feira (25). Porém, o militar se revoltou contra o Executivo, liderando o levante.

Presidente denuncia tentativa de golpe

Arce denunciou a mobilização de algumas unidades do exército em La Paz lideradas pelo general Juan José Zúñiga, alertando para a tentativa de golpe de Estado.

“Hoje, o país enfrenta uma tentativa de golpe de Estado. Hoje, o país enfrenta mais uma vez interesses para que a democracia na Bolívia seja interrompida”, afirmou o presidente em comentários do palácio presidencial, com soldados armados do lado de fora.

“O povo boliviano está convocado hoje. Precisamos que o povo boliviano se organize e se mobilize contra o golpe de estado em favor da democracia”, adicionou.