Nova licitação do aeroporto de São Gonçalo será feita até maio, diz ministro Márcio França

Em 18 de janeiro, TCU autorizou nova licitação e definiu regras para indenização à Inframérica

Reunião em Brasília entre equipe do Governo do Estado e ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França - Foto: Fábio Duarte / Governo do RN

O ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, disse à governadora Fátima Bezerra (PT) nesta quarta-feira (25) que a relicitação do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, deverá acontecer até maio. Com isso, a entrega do terminal para a estatal Infraero está descartada.

Segundo Fátima, Márcio França declarou também que um “road show” será realizado nas próximas semanas para informar aos investidores as vantagens do aeroporto. O encontro entre o ministro e a governadora aconteceu em Brasília.

“A governadora lutou muito por isso. Passou pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pela Agência Nacional de Aviação Civil. Nos próximos dias, vamos contatar as empresas interessadas, mostrar as vantagens do aeroporto do RN e realizar a licitação que esperamos estar concluída até abril ou maio”, afirmou Márcio França, segundo relato do governo.

O aeroporto de São Gonçalo está sob gestão do grupo privado Inframérica desde que foi inaugurado, em 2014. Foi o primeiro terminal privatizado do País. Em março de 2020, porém, o grupo alegou ter prejuízos com a operação e decidiu entregar a concessão. Eles ficarão no comando até que o Governo Federal defina um novo administrador.

No último dia 18 de janeiro, o TCU autorizou que a nova licitação aconteça e definiu regras para pagamento de indenização à Inframérica pelos investimentos realizados no terminal.

“Só temos a agradecer ao novo Governo Federal e continuar o trabalho pelo desenvolvimento econômico e social sustentável do Rio Grande do Norte com geração de oportunidades de trabalho e renda”, afirmou Fátima logo após a reunião.

Ainda durante o encontro, a governadora levou ao ministro pedidos para requalificação e ampliação da capacidade do Aeroporto de Mossoró e a requalificação dos aeródromos de Caicó, Pau dos Ferros, Assu e Currais Novos.

“A audiência foi muito positiva. Acreditamos que, até o fim do primeiro semestre deste ano, teremos uma nova concessionária forte e atuante investindo no desenvolvimento do aeroporto e trabalhando em parceria com o governo, por meio da Setur/Emprotur, na atração de novas rotas e na promoção e divulgação do nosso destino”, declarou a secretária estadual de Turismo, Aninha Costa, que também estava no encontro.

Porto-Indústria Verde

Outro ponto importante da pauta da governadora com o ministro Márcio França foi a apresentação do projeto de implantação do Porto-Indústria Verde, no município de Caiçara do Norte, que irá permitir a ampliação dos investimentos em energias renováveis, em terra e no mar, e a produção de hidrogênio e amônia verde.

“Já temos estudo pronto sobre o Porto-indústria, realizado em parceria com a UFRN, que indica as melhores condições técnicas e operacionais no município de Caiçara do Norte. Este é um investimento que poderá ser feito em parceria com a iniciativa privada atendendo o processo de substituição da atual matriz energética baseada em combustíveis fósseis e poluentes, por energia limpa. A estimativa é de que com o Porto-indústria verde a cadeia produtiva gere 50 mil empregos”, destacou Fátima Bezerra.