PF apreende helicóptero de R$ 5 milhões em operação contra presidente do Solidariedade

Presidente do partido Solidariedade, Eurípedes Júnior - Foto: Reprodução
Presidente do partido Solidariedade, Eurípedes Júnior - Foto: Reprodução

A Polícia Federal conseguiu localizar e apreender no começo da tarde desta quarta-feira (12) o helicóptero usado pelo presidente do partido Solidariedade, Eurípedes Júnior. A aeronave estava em Goiânia (GO).

A apreensão faz parte da operação da PF que mira o presidente da legenda e que é considerado foragido. Ele não foi encontrado pela PF na manhã desta quarta para cumprimento do mandado de prisão preventiva.

A aeronave foi comprada em 2015 por R$ 2,5 milhões. Atualmente, vale R$ 5 milhões. A PF aponta que ela foi comprada com dinheiro desviado.

O que é investigado

A investigação aponta que Eurípedes Júnior, enquanto era presidente do extinto Partido Republicano da Ordem Social (Pros) — sigla que se uniu ao Solidariedade em 2023 —, usava o helicóptero para se deslocar de Planaltina (GO) para a sede da legenda, em Brasília.

Segundo a PF, o piloto registrado para o helicóptero figura como funcionário do partido Solidariedade. Ele também foi alvo de mandado de busca e apreensão pela PF.

Cumprimento de mandados

A PF também pediu e o judiciário deferiu o bloqueio de 32 imóveis que estão registrados em nome de dez pessoas — físicas e jurídicas.

Os imóveis estão avaliados em R$ 5 milhões.

A Justiça também determinou bloqueio de bens de 9 carros e R$ 36 milhões das contas dos investigados.

Nesta terça, a Polícia Federal cumpriu 45 mandados de busca e apreensão e seis dos sete de prisão preventiva expedidos por desvio de dinheiro do fundo eleitoral. Eurípedes Júnior tem mandado de prisão, mas não foi localizado.