Polícia apreende munições, dinheiro, carros de luxo e motos adulteradas em endereços de empresário morto em João Câmara

Mandados foram cumpridos horas depois de empresário ser assassinado na loja que tinha em João Câmara - Foto: PCRN / Reprodução
Mandados foram cumpridos horas depois de empresário ser assassinado na loja que tinha em João Câmara - Foto: PCRN / Reprodução

A Polícia Civil apreendeu munições, carregadores de pistola e vasta quantia em dinheiro na casa do empresário Everton Cleiton, de 34 anos, que foi assassinado com um tiro no peito nesta quarta-feira (3) na cidade de João Câmara, na região do Mato Grande.

De acordo com a polícia, a operação estava programada para acontecer antes de o empresário ser executado. As apreensões aconteceriam nesta quinta-feira (4). No entanto, a operação para ontem à tarde por causa do crime contra o investigado, que aconteceu horas antes.

Segundo as investigações, o empresário era suspeito de integrar uma associação criminosa voltada para a prática de receptação qualificada, lavagem de dinheiro, adulteração de veículo automotor e estelionato.

Everton Cleiton foi morto na loja que tinha na cidade. Após o homicídio, os suspeitos fugiram em um carro Hyundai HB20 sedan, de cor cinza. Até agora, os autores não foram localizados.

Depois do homicídio, mandados foram cumpridos também na loja de Everton Cleiton. No local, os investigadores encontraram motocicletas com sinais de adulteração e veículos de luxo, além de anotações. Tudo foi apreendido.

A operação de busca e apreensão contou com o apoio do Grupo Tático Operacional (GTO), do 14º Batalhão de Polícia Militar.