Tiririca é acusado de importunação sexual

Tiririca. Foto: Nilson Bastian/Câmara dos Deputados

O humorista e deputado federal Tiririca (PL/SP) foi acusado por um prestador de serviço de importunação sexual. O boletim de ocorrência foi registrado nessa segunda-feira (4), no 96º Distrito Policial (Monções), na zona sul de São Paulo. A suposta vítima diz que tomou uma dedada na última sexta-feira (29), em frente a um condomínio.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, a vítima é um homem de 39 anos que compareceu à delegacia para relatar os fatos, que teriam acontecido na última sexta. De acordo com a SSP, diligências estão em andamento para esclarecer o que de fato ocorreu.

O homem que acusa Tiririca disse à polícia que prestava serviço de manutenção na portaria de um condomínio na Rua Casa do Ator, quando um desconhecido, acompanhado de uma mulher, “aproximou-se dele e lhe desferiu uma ‘dedada’ na região das nádegas, por sobre a calça”.

Segundo o prestador de serviço, as pessoas que estavam na portaria, entre elas um segurança e outros prestadores de serviço, “riram do declarante, motivo pelo qual se sentiu humilhado”.

Logo depois, o prestador de serviço disse que soube que se tratava do deputado federal. O homem foi orientado pela advogada a registrar o boletim de ocorrência.

Tiririca tem 58 anos e foi eleito pela primeira vez nas eleições de 2010, quando recebeu mais de 1,3 milhão de votos e se tornou o deputado federal mais votado do Brasil naquele ano. O humorista está no quarto mandato consecutivo.

Fonte: Metrópoles