Tony Garcia divulga suposto áudio de Moro e o acusa de ser “justiceiro criminoso”

Senador Sergio Moro (União-PR). Foto: Agência Brasil

Tony Garcia, empresário e ex-deputado estadual pelo Paraná, publicou na sexta-feira (7) áudio de uma suposta uma ligação com o ex-juiz e atual senador Sergio Moro (União-PR), na qual os dois falam sobre a sentença que o então magistrado daria a ele.

“Nova conversa entre Sergio Moro e Tony Garcia. Confirmando que, eu, seu ‘réu’, tínhamos LIGAÇÕES PERIGOSAS nos bastidores de uma FALSA JUSTIÇA. Moro foi JUSTICEIRO CRIMINOSO, jamais juíz. Enquanto na magistratura, foi um JUÍZ LADRÃO!”, escreveu Tony Garcia, no Twitter.

Garcia será ouvido este mês, por decisão do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), pela Polícia Federal. Ele promete esclarecer, apresentar documentos e contar detalhes sobre denúncias que fez indicando encontros e conversas do ex-juiz Sergio Moro com membros do Ministério Público que tenham culminado em eventual direcionamento de acordos de delação premiada. O Metrópoles teve acesso à decisão, que corre em sigilo.

Nos áudios divulgados (Sergio Moro não comentou a divulgação nem confirmou a veracidade da conversa), Garcia pede ao então juiz para não envolver sua empresa na sentença de condenação e pergunta sobre a publicidade que será dada.

“Uma coisa só que me preocupa: quando for a sentença, seja ela qual for e tal, o senhor vai dar publicidade nisso ai?”, questiona ele. “Veja, tu é uma pessoa publicamente exposta né”, responde, supostamente, Moro, que se compromete, porém, a não citar a empresa do réu: “Não vou colocar o nome da Baltimore”.

Quando houve, supostamente, essa conversa, Tony Garcia era réu por envolvimento em uma fraude no Consórcio Nacional Garibald, no qual era um dos sócios. Ele foi condenado e ficou preso por 81 dias, em 2006. Nas acusações que faz agora, afirma ter sido usado por Moro e pelos procuradores do MPF na Lava Jato para gravar outros investigados.

Fonte: Metrópoles