Torcedor faz tatuagem de goleiro da Argentina fazendo gesto obsceno com prêmio da Copa

Imagem viralizou nas redes sociais após o dono do estúdio onde o desenho foi feito, em Buenos Aires, divulgar a imagem. Foto: Reprodução/ Twitter

Os argentinos estão eufóricos com a conquista do tricampeonato mundial pela seleção. Teve quem decidiu imortalizar a conquista na pele, mas nada Messi levantando a taça da Copa, ou Montiel convertendo o pênalti decisivo. Um torcedor tatuou o momento em que o goleiro Emiliano Martínez fez um gesto obsceno ao receber o prêmio Luva de Ouro, como o melhor arqueiro do Mundial.

A imagem viralizou nas redes sociais após o dono do estúdio onde o desenho foi feito, em Buenos Aires, divulgar a imagem. O torcedor teve a identidade mantida em sigilo.

O gesto de “Dibu”, com o goleiro também é conhecido, surpreendeu quem acompanhava a cerimônia de premiação da Copa do Mundo, logo após a final com a França. O jogador usou o troféu para simular um pênis ereto. Segundo ele, o ato foi uma resposta às vaias de torcedores franceses.

Martínez foi um dos heróis do título da Argentina. nos últimos minutos da prorrogação, o goleiro fez uma defesa milagrosa à queima-roupa na finalização de Kolo Muani. Nas penalidades, defendeu a cobrança de Coman. Contra a Holanda, nas quartas, ele já havia feito duas defesas em disputa na marca da cal.

Aos 30 anos, Emiliano Martínez sai valorizado do Mundial do Catar, sendo especulado no gigante Bayern de Munique, que perdeu Neuer por lesão pelo restante da temporada. Apesar de ter jogado nas categorias de base do Independiente, o goleiro se profissionalizou no Arsenal, da Inglaterra, e rodou por diversos clubes menores até finalmente ter a sua chance como titular. Desde 2020 defende o também inglês Aston Villa.

Fonte: Estadão