TRE nega pedido de Adjuto Dias para deixar MDB e frustra planos do deputado de ser candidato a prefeito de Caicó

Deputado estadual Adjuto Dias queria aval da Justiça para se filiar ao Republicanos sem correr o risco de perder o mandato na ALRN - Foto: João Gilberto / ALRN
Deputado estadual Adjuto Dias queria aval da Justiça para se filiar ao Republicanos sem correr o risco de perder o mandato na ALRN - Foto: João Gilberto / ALRN

Por 4 votos a 2, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) negou nesta quinta-feira (4) um pedido do deputado estadual Adjuto Dias para se desfiliar do MDB por justa causa.

O deputado buscava autorização da Justiça Eleitoral para sair do MDB e se filiar ao Republicanos, sem correr o risco de perder o mandato, visando disputar a Prefeitura de Caicó nas eleições deste ano.

O pedido à Justiça ocorreu porque o parlamentar não recebeu aval da direção estadual do MDB para deixar a sigla. No RN, o partido é presidido pelo vice-governador Walter Alves, que caminha para apoiar a reeleição do prefeito Judas Tadeu.

Votaram a favor de Adjuto apenas o desembargador Expedito Ferreira e o juiz Fernando Jales. Eles foram vencidos pela relatora, juíza Ticiana Nobre, seguida pelos juízes Fábio Luis Oliveira, Maria Neíze Fernandes e Marcello Rocha.