“Truculência e baderna”, diz Natália Bonavides após prefeito e apoiadores invadirem Idema

Deputada federal Natália Bonavides (PT) criticou invasão de prefeito e apoiadores à sede do Idema - Foto: Reprodução
Deputada federal Natália Bonavides (PT) criticou invasão de prefeito e apoiadores à sede do Idema - Foto: Reprodução

A deputada federal Natália Bonavides, pré-candidata do PT à Prefeitura do Natal, classificou como “truculência e baderna” a invasão promovida nesta segunda-feira (8) pelo prefeito Álvaro Dias (Republicanos) e um grupo de apoiadores à sede do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema).

“Não é só no negacionismo que Álvaro Dias se inspira no bolsonarismo. Ele também se inspira na truculência e na baderna. A agressão aos trabalhadores do Idema e a quebra de patrimônio público instigada pelo prefeito e apoiadores para esconder a incompetência é inadmissível. Toda solidariedade aos servidores do Idema agredidos pela horda da prefeitura e que o agressor e seus mandantes sejam duramente punidos”, escreveu a deputada em postagem no X, antigo Twitter.

No Instagram, a parlamentar acrescentou: “Esse é o nível de ‘debate’ que a atual gestão de Natal tenta esconder, mas que hoje foi desmascarado. Álvaro Dias não pode tratar nossa cidade com o mesmo autoritarismo que é comum dentro do seu gabinete. Natal não tem coronel! Aos servidores do Idema, nossa mais irrestrita solidariedade.”

A invasão

Como mostrou a 98 FM, manifestantes liderados por Álvaro Dias arrombaram o portão e invadiram a sede do Idema na manhã desta segunda-feira (8) em um protesto para cobrar que o órgão estadual conceda as licenças ambientais necessárias para o início da obra de engorda da Praia de Ponta Negra.

Apesar de ter feito o pedido para a Licença de Instalação e Operação (LIO) apenas em 12 de junho, a prefeitura diz que o documento precisa sair imediatamente, sob pena de a obra ser adiada para 2025. O Idema, por sua vez, diz que concluiu a análise na última sexta-feira (5) e que a prefeitura ainda precisa responder a 17 itens fundamentais para emissão do documento.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, e o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Thiago Mesquita, estavam na manifestação e também ocuparam o prédio. Também estava presente o deputado federal Paulinho Freire (União Brasil), pré-candidato a prefeito de Natal.

Além disso, o ato contou com vereadores e dezenas de servidores do Município, alguns deles inclusive fardados, como no caso dos servidores da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas).