[VÍDEO] Carla Zambelli chama Benedita de “Chica da Silva”, e deputada do PT diz que vai à Justiça

Deputadas Carla Zambelli (PL) e Benedita da Silva (PT) - Foto: Vinicius Loures e Felipe Sóstenes / Câmara
Deputadas Carla Zambelli (PL) e Benedita da Silva (PT) - Foto: Vinicius Loures e Felipe Sóstenes / Câmara

A deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) anunciou que acionará a Justiça contra Carla Zambelli (PL-SP), que a chamou de “Chica da Silva” durante uma transmissão nas redes sociais.

Zambelli alega que confundiu os nomes da parlamentar e da personagem histórica, ao passo que Benedita afirma haver cunho racista na comparação.

Na última terça-feira, Zambelli se queixou de não ter sido autorizada a discursar na primeira reunião de mulheres parlamentares dos países que integram o G-20, em Maceió. Benedita da Silva é coordenadora-geral da bancada feminina da Câmara e foi escolhida para discursar na abertura do evento.

“Eu não vou ter poder de fala. Eu não vou falar porque provavelmente… não sei por que que eu não vou falar. Parece que já foi montada pela Secretaria da Mulher, [que é a] Chica da Silva [que vai falar]”, disse a parlamentar do PL.

Francisca da Silva foi uma escrava alforriada que se tornou uma das mulheres mais poderosas do Arraial do Tijuco, atual município de Diamantina (MG), no século XVIII.

Em nota, Zambelli diz que cometeu um “equívoco” por lapso de memória e que se desculpou em uma conversa “amigável” com a petista.

“Imediatamente quando percebeu o ocorrido, Zambelli apagou a publicação de suas redes e se desculpou com a deputada Benedita. A conversa foi amigável e houve compreensão da situação”, diz a assessoria de Carla Zambelli. “Não houve qualquer intenção de ofensa à sua colega de Parlamento”.