[VÍDEO] “Não foram vocês que me tiraram de lá. Foi o sistema”, diz Bolsonaro

Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em motociata pelas ruas de Belém (PA) neste domingo (30) - Foto: Instagram / Reprodução
Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em motociata pelas ruas de Belém (PA) neste domingo (30) - Foto: Instagram / Reprodução

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, neste final de semana, que foi tirado da presidência da República no final de 2022 pelo que chama de “sistema”, mas que a direita voltará ao poder em 2026 a partir do que se definir nas eleições municipais deste ano.

A declaração foi dada durante uma viagem a Belém (PA) neste domingo (30) para lançar a pré-candidatura do deputado federal Éder Mauro (PL-PA) à prefeitura da capital paraense.

Não foram vocês que me tiraram de lá. Foi o sistema. Mas nós vamos vencer o sistema”, disse Bolsonaro, ressaltando que seu governo estava no “caminho certo” e que houve uma interferência no final de 2022.

Ele complementou: “Vamos vencer e voltar àquele período que experimentamos há pouco, de paz e de prosperidade”.

Em tom de campanha, ele reforçou que o futuro do Brasil depende de cada cidadão, declarando que “não existe salvador da pátria” e que a responsabilidade pelo resgate do país é de todos.

Acompanhado pela ex-primeira-dama Michele Bolsonaro, o ex-presidente foi recebido por apoiadores no aeroporto de Belém, seguindo em motociata até a região da Doca, onde discursou em cima de um caminhão de som.