[VÍDEO] Rafael Motta não pode ser vice de Carlos Eduardo sem consultar partido, diz presidente do Avante

Pré-candidato a prefeito Rafael Motta com o presidente municipal do partido Avante, Eduardo Campos - Foto: Reprodução
Pré-candidato a prefeito Rafael Motta com o presidente municipal do partido Avante, Eduardo Campos - Foto: Reprodução

O presidente do partido Avante em Natal, Eduardo Campos, afirmou nesta sexta-feira (21), em entrevista à 98 FM, que o pré-candidato a prefeito Rafael Motta não tem autonomia para decidir sozinho sobre uma possível composição com Carlos Eduardo (PSD), que vem sendo especulada nos últimos dias.

Perguntado sobre a possibilidade de um recuo de Rafael Motta antes do período de convenções, para apoiar supostamente o ex-prefeito, Eduardo Campos respondeu que, se isso acontecer, será preciso dialogar internamente no partido.

“A gente vai chamar o diretório municipal. Vamos dialogar com os pré-candidatos, para a gente discutir essa nova roupagem. Eu não discuto isso com nossos pré-candidatos porque Rafael não colocou isso para a gente”, ressaltou o dirigente do partido em entrevista à 98 FM.

Eduardo Campos ressaltou que Rafael Motta não tem autonomia para decidir sozinho uma eventual retirada da pré-candidatura. “Rafael chegou, está somando muito com o partido, ajuda muito o partido, mas a gente está caminhando junto. Rafael chegou para somar. Nós que vamos definir junto com ele”, finalizou.

Presidente municipal do partido Avante em Natal, Eduardo Campos – Foto: Stephany Souza / 98 FM

Composição com Carlos Eduardo é “mera especulação”

Eduardo Campos classificou como “mera especulação” as notícias de que Rafael Motta e Carlos Eduardo já teriam acertada uma aliança para as eleições deste ano para a Prefeitura do Natal.

Campos declarou que a pré-candidatura de Rafael a prefeito está mantida e que a retirada do nome para declarar apoio a Carlos Eduardo não é cogitada internamente.

“A gente vê Rafael como um bom quadro. Na conversa que tivemos com ele, perguntei: você vai repetir a mesma garra e energia que teve em 2022? Ele disse: ‘não tenha sombra de dúvidas, a intenção é que a gente seja candidato até o final’. Então, é mera especulação para tentar descredenciar um jovem guerreiro. Rafael não tem apenas coragem de enfrentar os grandes, ele tem costume”, disse o dirigente do partido.

Eduardo Campos lembrou que Rafael Motta foi candidato a senador em 2022 e resistiu até o fim, mesmo sem grandes apoios. “Rafael é pré-candidato firme e forme. Eu acredito muito que Rafael tem um projeto alternativo, que visa inovação para Natal”, enfatizou.