[VÍDEO] Tite diz que dança com Richarlison foi promessa em caso de gol: “Pura alegria”

Foto: Reprodução/Instagram @richarlison

O técnico Tite, da Seleção Brasileira, afirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (5) que sua comemoração dançando com os jogadores após um dos gols na goleada contra a Coreia do Sul por 4 a 1 foi uma expressão de “pura alegria” pela atuação de sua equipe. Disse também que a comemoração o ajudaria a se conectar com os jogadores mais jovens do time.

Os jogadores brasileiros correram para o banco de reservas depois que Richarlison colocou o Brasil com vantagem de 3 a 0, aos 29 minutos do primeiro tempo, e Tite se juntou brevemente a eles para fazer a chamada “dança do pombo”.

“Tentamos nos adaptar às características do grupo”, disse o treinador, de 61 anos, quando perguntado após a vitória pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2022. “Eu me adapto à linguagem deles, que têm uma linguagem de dança, de brincadeira”.

Tite disse que prometeu a Richarlison que faria a “dança do pombo” característica do camisa 9 se ele fizesse um gol.

Repercussão negativa

A comemoração também gerou críticas contra o treinador brasileiro. O ex-capitão do Manchester United Roy Keane, falando na televisão britânica ITV, disse: “as pessoas dizem que é a cultura deles. Mas eu acho que isso é realmente desrespeitar o adversário”.

Tite fez questão de enfatizar que não era o caso.

“Não queria que tivesse outra interpretação a não ser o sentido de alegria pelo gol, pela equipe, pela performance. Alegria por isso e não desrespeito pelo adversário ou pelo Paulo Bento, que conheço e admiro desde o Cruzeiro”, afirmou, citando o treinador português da Coreia do Sul.